Páginas

Pesquisar este blog

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Respondendo ao petista Fernando Abritta




Caro Fernando Abritta,

Reservo-me ao direito de te responder neste espaço à sua citação a meu respeito em um espaço ao qual eu não faço parte, e assim não podendo  te desmentir e me defender de suas falsas afirmações.

Ao que recebi você em um espaço do Facebook coloca que “Ao que parece a cidade começa a ver quem é Bruno: Até Lilian Gonçalves, a enfermeira do jornalismo (????), já consegue ver...”.
 
Em um primeiro momento gostaria de refletir sobre a expressão “enfermeira do jornalismo”. Uma expressão nova a mim. Já ouvi enfermeira do funk ( um modismo que surgiu logo depois de tiazinha e Feiticeira, que foi grande polêmica entre os profissionais de enfermagem), enfermeira do são Domingos, enfermeira do CAPS, enfermeira dali e daqui. Mas sempre em situações as quais eu ou as referidas freqüentavam ou  trabalhavam. 

Bom mas isto não importa diante da incrível curiosidade que vocês (petistas¹) fazerem questão de dizer que Bruno (Siqueira) não é registrado no órgão da classe profissional dele, por isso não tem “bagagem” profissional suficiente para assumir uma prefeitura, nunca trabalhou na área, bla bla bla. Ué isso só serve para Bruno?

Não sou jornalista, não tenho minha inscrição junto à Federação nacional dos jornalistas ou o órgão a nível regional.  Diferentemente de Bruno, nem diploma na área eu tenho, como então eu posso ser referência de opinião para vocês petistas, a ponto de  servir de exemplo para manipularem a opinião pública (tentarem apenas)?

A outra questão que gostaria de te responder é sobre  conseguir vislumbrar  quem é Bruno. Realmente você está coberto de razão, eu realmente  já consigo ver quem realmente é Bruno. Uma pessoa ética, séria,  humilde  e que está sendo vítima  da prepotência, truculência, falta de ética e fidelidade partidária e falácias por parte do PT.

Nesse patamar cabe te esclarecer que eu não estou  denunciando NADA CONTRA BRUNO SIQUEIRA, apenas tentando entender a movimentação de CRIAS DO PT, as quais estão sendo denominadas  dissidentes. Dentre os quais um falou em nome de todos os outros que não são apenas reles militantes, são voluntários com responsabilidades e participação na equipe de campanha de Bruno Siqueira, e pela conversa entende-se esperam cargos ou benefícios².

Assim, finalizo dizendo que essa falta de  veracidade da sua afirmação mudando o foco do que eu realmente disse,  só demonstra que o PT perdeu faz tempo os argumentos e saem em busca de qualquer prática  para chegar ao poder a todo custo, e que realmente é um partido que  não está nem ai para a formação de sua militância e simpatizantes.³

Bem era isso que eu tinha para responder.


P.s. 1: petistas: na minha concepção aqui empregada trata-se de militantes, simpatizantes, votantes que preferem manter um discurso apaixonado fanático sem argumento  pelo simples prazer de poder. Aqueles que defendem sua ideologia com coerência  não os considero mais petistas, mas defensores de uma ideologia em extinção.

P.s. 2: Embora tenha sido procurada por outra pessoa participante dos 35 dissidentes, a qual colocou que o que falou a respeito dos 35 dissidentes publicamente falou sem propriedade para falar por todos. Porém um expôs publicamente, e o outro não. Uma situação que tem de ser esclarecida e falarei mais a respeito em outro tópico exclusivo para isto.

P.s. 3: não generalizo, logicamente a todos os petistas, mas as exceções são poucas.



Puxa!!! Eu não tinha ainda me dado conta  de como minha opinião era importante e referência para as pessoas.

Nenhum comentário: