Páginas

Pesquisar este blog

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Blogueiro bom, é blogueiro com bom senso


Não escreverei aqui nenhuma cartilha de como construir um blog ou como mantê-lo, quiçá falar sobre como divulgar e fazer o seu blog ser um sucesso. As palavras que se seguem também não têm qualquer fundamentação de marketing, apenas percepções e opinião de uma leitora voraz de blogs,

Sou uma leitora assídua em muitos blogs, se sigo alguns, porém nem sempre comento em todos. Acompanho tanto blogs fúteis como os de conteúdo inteligente e diversificado. No entanto, nos últimos tempos algumas leituras me deixam entediada. São alguns blogs que me deixam assim, e geralmente daqueles que espero algo a acrescentar nos meus estudos ou simples achismos, e quando os vou ler nada mais passa do que reprodução de outros sites.

Bom então o que posso dizer é que se quer ter um blog, assuma essa responsabilidade. O tenha para passar seu conhecimento, suas experiências ao leitor, ao freqüentador do seu blog, e não apenas para cumprir uma regra social virtual. Ter um blog só com produção de outras pessoas, é pautar sua existência virtual baseada no trabalho e conhecimento alheio. Em termos de vida real seria o mesmo que você não ter personalidade própria, assumir personalidades de outras pessoas. Em linguagem “popular seria a verdadeira ‘ Maria vai com as outras”.

Pois bem abaixo enumerarei alguns itens que às vezes desagradam ao leitor, pelo menos a mim e a um grupo de pessoas que costuma debater sobre blogs. Ressalvo que algumas dicas servem também para outros recursos virtuais como sites de relacionamento.

Ø Lembre-se que um blog não é um diário, no qual você apenas narra os acontecimentos de sua vida. Se for esse seu objetivo, então deixe explicito de forma contínua e visível na página, assim vai poupar tempo de muitos que não se interessam pela via alheia. Porém alguns blogs pessoais são interessantes nos quais os blogueiros colocam alguma situação vivida no dia e faz uma reflexão sobre a mesma. Certa vez li num blog uma crônica sobre o ato de lavar louça num dia quente, a moral da história dizia que quando se lava louça pode se refletir sobre a vida, geralmente esse é um momento que quase ninguém te interrompe ( pois nunca ninguém quer ajudar nesta tarefa), isto poderia ser aplicado em outras atividades.

Ø Independente da temática que você escolhe para seu blog, seja original, não é preciso ser pioneiro, mas original sim. Crie um texto próprio e poste, evite copiar texto da internet. Se for inevitável, faça um pequeno texto expondo sua opinião sobre o tema, ou pelo menos porque postou aquilo no blog, pode ser em subtítulo ou no final como análise. Não se esqueça de dar os devidos créditos ao autor. E vale acrescentar sugestões de outros sites para aprofundar a discussão ou ampliar conhecimentos. Poste apenas conteúdos que você domina, pois de nada adianta provocar um debate se não tem condição posterior de argumentar além do que já foi dito no blog caso seja necessário.

Ø Não faça rodeios, exponha suas idéias de forma clara e precisa. Evite vocabulário muito rebuscado, isso às vezes cansa a leitura por meio eletrônico. Escolha fontes de tamanho moderado e formato padrão pela ABNT (times new Roman, arial, etc.). Fontes muito desenhadas cansam também. Evite abreviar palavras, ou utilizar vícios de linguagens de chats ( a não ser que o tema seja este). CUIDADO aos termos técnicos, nem todo mundo é obrigado a saber o que é um termo, ainda mais termos de informática.

Ø Layout: cuidado com a estética do seu blog. Tenha bom senso ao escolher o desing do mesmo. Não vá fazer um blog sobre depressão e colocar um layout dark, nem um que mais pareça um circo, afinal você já viu algum hospital com cores fortes nas paredes ou cores escuras? Ok! Concordo que tem que ter seu perfil o blog, porém lembre-se que o blog não é só pra você. Evite também um blog muito pálido, só com textos, simples demais, geralmente as pessoas fazem melhor assimilação de conteúdo com fotos, gravuras, tabelas. Mas não exagere! Tente formatar seus textos também, para ser exata alinhar, fica feio textos sem alinhamento, e o blog parece estar uma bagunça, margens alinhadas dão um aspecto de organização.

Ø Fotos, gifs, tabelas: assim como um blog só com texto não se torna muito atrativo, um blog com excesso de fotos, figuras, gifs também não o é. Assim limita-se a colocar uma foto de tamanho médio a cada texto escrito. Seria aproximadamente uma figura para cada página A4 escrita. Se inserir tabelas, não esqueça as legendas e nem de citá-las no texto. Colocar tabela e nem as citar no texto é apenas “encher lingüiça”. Se quiser expor muitas fotos, faça um álbum virtual e deixe o link disponível no blog. Muitas fotos só criam poluição visual e confusão. Evite também colocar muitas fotos seguidas antes do texto ou no final texto, melhor distribuí-las ao longo do texto ou criar um slide show. Atenção se for colocar Gadjet no seu blog ( aquelas mensagens na aba lateral ao lado das postagens, geralmente onde fica o índice de arquivos, perfil etc) não se esqueça que é bom serem “linkados”*. Por exemplo, um Gadjet da campanha contra dengue, coloque lá a imagem e deixe-a como link para alguma postagem do seu blog ou para um site sobre a campanha. Gadjet só com foto não serve de nada, ainda mais sem título ou legenda. Melhor opção nestes casos é o álbum virtual. E nem é preciso dizer: cuidado com as foto montagens de má qualidade, assim como fotos desfocadas, ruins, etc.

Ø Links**: alguns blogueiros têm a grave mania de citar outros sites e não deixa link disponível, necessitando o leitor ir num site de busca para chegar àquela recomendação. Assim, quando se referir a outro site, quer seja em propagandas ou postagens deixe um link. Este link se apresentar tanto como o próprio endereço do site ou como uma palavra (desde que o leitor entenda que clicando na palavra chegará ao site).

Ø Comentários: muitos blogueiros não moderam comentários, acabam por se estressarem ao lerem alguns comentários recebidos. Logicamente que nesses casos tem a opção de apagar, mas pode ser tarde demais. Sugiro que moderem os comentários não só para evitar aborrecimentos com conteúdo de comentários, mas porque a legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive de comentários. Evite aceitar comentários anônimos, mesmo que sejam elogios, fica parecendo algo armado.

Ø Se for um blog que as pessoas possam se interessar em entrar em contato, por exemplo, de serviços oferecidos, não se esqueça de deixar um contato. Não deixe apenas os comentários para este fim. Pois pode demorar o retorno e o cliente desistir. Deixe um contato de fácil acesso e que você receberá. Não adianta deixar um e-mail que a caixa de mensagem só é verificada uma vez na semana, ou um telefone residencial que não tenha ninguém para atender durante o dia.

Ø Use o bom senso sempre.

** Link – um atalho para outro site, que pode ser uma palavra, frase ou endereço eletrônico.

* Linkado – flexão de link ( flexão virtual), significa algo que já está com atalho para outro site.



p.s: nem é preciso dizer a importância da leitura do texto antes de postar né? Cuidado para não escrever besteiras.



INDICO A LEITURA DESTE ARTIGO SOBRE O TEMA:

Sobre Pecados e Virtudes Capitais: Os Sete mandamentos do bom blogueiro.

4 comentários:

Vinnicius Moraes disse...

Olá Lilian,

Muito boas as suas dicas!

Desde que comecei a blogar, penso muito em todos esses aspectos.

Conteúdo é primordial, mas as questões estéticas e funcionais não podem ser deslocadas para um plano inferior: chamar as pessoas para um bate-papo e não cuidar para que o ambiente seja agradável, no qual a conversa possa fluir livremente... Tsc tsc tsc; nem pensar!!! (risos)

Sinto muita falta da página de contatos em meu blog (é uma pendência que ainda preciso resolver), mas uma de suas dicas, acabei não seguindo: no início (certamente influenciado pelo texto jornalístico "tradicional"), meus textos eram "justificados". Entretanto, eu olhava para o blog e achava tudo muito "quadradinho". Na época, conversei com amigos leitores e com outros blogueiros, e acabei optando por um alinhamento à esquerda. A propósito: a vida imita a "arte" ou a "arte" imita a vida? (risos)

No momento, estou trabalhando em um novo lay-out para o blog e pretendo, em um futuro breve, também incorporar expressões próprias utilizando outras linguagens, "subindo" pequenas matérias audiovisuais e/ou em arquivos de áudio. O que você acha dessas ideias? Espero que goste do resultado, quando a página estiver atualizada!

Como você já deve ter percebido, tornei-me leitor assíduo deste blog.

Abraços e até breve

Vinnicius Moraes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Severino disse...

Boas as suas dicas realmente!!!

blog da angela vaz7 disse...

Gostei muito de sua visão!