Páginas

Pesquisar este blog

domingo, 5 de janeiro de 2014

Não é câncer, é falta de ética

Parece que ética não é o forte do nosso país.  Uma pessoa denunciar que outra utiliza horário de trabalho para jogar, isso mesmo brincar, talvez até mesmo utilizando equipamento do próprio serviço é ser imoral, antiética. Além de ser o suficiente para sofrer discriminação, ser difamada, ofendida, ou seja, sofrer bullying.

Como se fosse normal, natural, correto ficar na hora do trabalho  brincando  longas horas on line. Fico pensando se eu fosse cliente  dessa empresa como eu ficaria  com relação aos créditos dela para com o serviço a mim oferecido. 

Isso aconteceu com relação à empresa Zurich Financial Services. No qual um funcionário ficava  a maior parte do tempo on line jogando, foi denunciado.

Ao contrário do que o mesmo alega não foi vingança, ou questão de poder, mas de ética. O que é pior que este funcionário agora está proferindo  aos quatro cantos do jogo, ofensas a uma pessoa a qual ele alega ter o denunciado, chegando a chamá-la de  palhaça e “câncer do server”, utilizando-se de alcunha, mas que sem querer deixou escapar  um comentário no grupo do facebook do jogo pelo seu perfil original.


É sem dúvida falta muita ética no país, e ai vale tudo por pseudo poder virtual de jogo...


3 comentários:

Manyélly disse...

Olá, tudo bem?
Acabei de conhecer o seu blog através de um blog amigo.
Parabéns, ele é ótimo e estou seguindo.
Desejo que você tenha um ano abençoado
com muita paz, saúde e sucesso!!!

Hiéli
Blog Manyélly
http://manyelly.blogspot.com.br/

Taiguara Z disse...

eu axo q vc deveria se ater a sua vida e deixar as outras pessoas seguirem suas vidas, se jogar interferir no trabalho da pessoa certamente as pessoas ao redor irão o reprimir...

Lilian Gonçalves disse...

eita "trem bão" vamos deixar tudo se zonear, é Brasil mesmo. fiquemos calados diante dos erros.